• Home
  • Blog Dynamic
  • Brasileira de 17 anos cria embalagem sustentável que substitui o isopor

Brasileira de 17 anos cria embalagem sustentável que substitui o isopor

Numa tarde qualquer, enquanto ajudava sua mãe a guardar as compras do mercado, Sayuri Magnabosco se deu conta do tanto de embalagens feitas de isopor elas tinham levado pra casa. Foi então quando se questionou para onde iriam estas embalagens após seu descarte, e não ficou nada feliz quando descobriu a resposta.

O isopor leva no mínimo 100 anos para se decompor, podendo viver na natureza por até longos 300 anos. Sayuri não se conformou com esta situação, pensando no tanto de embalagens de isopor que cada um de nós descartamos diariamente, e no tempo que elas levariam para se desintegrar no meio ambiente.

E, no meio de uma aula na escola, veio a inspiração para mudar este cenário. Após um comentário do seu professor sobre como o bagaço da cana de açúcar é um problema para o meio ambiente, já que anualmente 200 mil toneladas são descartadas após a retirada do seu suco para geração de etanol, Sayuri pensou, “e se eu transformar este bagaço em embalagens sustentáveis?”.

Após inúmeros testes na cozinha de casa e um liquidificador quebrado, a bandeja biodegradável saiu finalmente do papel. Misturando farinha de trigo, água, temperos antimicrobianos como cravo e manjericão, e o bagaço com uma solução básica que evita a fermentação para que a embalagem não estrague antes de ser descartada, a jovem estudante chegou ao resultado esperado. Hoje, já está em processo de pedido de patente, além da estudante ter recebido uma quantidade de prêmios nacionais e internacionais que deixariam muitos cientistas com inveja!