fbpx

Descubra como identificar e ajudar cachorro entediado

Não tem nada que agrada mais um bom tutor do que ver o cãozinho feliz e cheio de energia. Mas há exemplos de pets que parecem estar mais cabisbaixos e que acabam mudando de comportamento. Nesse caso, cachorro entediado pode ser o problema. 

O que fazer nessas situações? Separamos dicas a fim de ajudar você na identificação do problema, além de soluções que deixarão o amigo de quatro patas mais feliz.

Como identificar cachorro entediado?

Como estamos sempre ocupados e muitas vezes a rotina do trabalho consome nossa energia, acontece de nos esquecermos de levar o cachorro para passear e de dar a atenção necessária a fim de que o pet não se sinta sozinho. 

Em casos como esses, cachorro entediado pode apresentar diversos sintomas. Então, é possível perceber se o peludo está feliz ou não a partir de pequenas observações. 

Por exemplo, sofás e itens domésticos mastigados é um exemplo de cachorro com tédio. Além disso, comportamentos destrutivos como esses indicam cachorro quieto e triste. 

Se notar que ele anda comendo coisas, destruindo papel higiênico, móveis e almofadas, por exemplo, entenda que não é malcriação, e, sim, problema de cachorro entediado.

Aliás, essas condutas são imitações de tudo o que o cachorro faria em um ambiente externo. Então, é uma forma dele se divertir com os recursos que estão ao seu alcance. 

Dicas para ajudar o pet a se sentir mais feliz

O mais importante para fazer cachorro entediado feliz é dar o máximo de atenção possível a ele e também levá-lo para passear. Mesmo que não seja todos os dias, tente fazer caminhadas regularmente junto a ele.

Cães são animais sociais e precisam de interação com outros pets, pessoas e ambientes. Além disso, esta é uma forma de distrair cachorro e gastar sua energia.

Nos horários em que o cãozinho estiver sozinho, invista em brinquedos para distrair cachorro. A função desse tipo de objeto, quando interativo, é justamente interagir com o pet, o que não é o caso do brinquedo comum, como bolinhas e ossos. 

Considere também enriquecer o ambiente. Uma forma de fazer isso é, por exemplo, deixar petiscos e brinquedos escondidos para o cão procurar. Além do mais, adotar um outro amigo para o cachorro triste pode ser uma boa saída, pois ele não terá mais problema em se sentir sozinho. 

 

Font: Petz