fbpx
  • Home
  • Blog Dynamic
  • Cães podem ajudar no desenvolvimento sociemocional de crianças

Cães podem ajudar no desenvolvimento sociemocional de crianças

Quem nunca se derreteu com um vídeo fofo estrelado por uma criança e um cachorro, que atire a primeira pedra! Essa ligação é antiga e pode trazer uma tremenda confusão dentro do lar, ainda mais se o peludo for daqueles que gostam de aprontar por aí ou de raças que se dão bem com crianças, mas também pode trazer muitos benefícios.

Um estudo feito por pesquisadores da Universidade da Austrália Ocidental, publicada na revista Pediatric Research, revelou que ter um amigo fiel durante o período pré-escolar pode contribuir para o desenvolvimento emocional e social.

No intuito de entender um pouco mais sobre a relação entre crianças e pets, os cientistas analisaram mais de 1600 pesquisas que continham informações sociodemográficas, além de dados relacionados à convivência com os peludos. Os resultados mostram que os pequeninos que se envolvem com cachorros dentro de casa têm menos problemas relacionados à conduta e mais comportamentos pró-sociais em comparação aos que não possuem pets.

De acordo com os dados, 30% das crianças que participaram da pesquisa que moram em casas onde têm cachorros tiveram menos chances de ter problemas de conduta.

A pesquisa também expôs que os pequenos que brincam, passeiam ou praticam alguma outra atividade física com regularidade ao lado de um peludo possuem melhores condutas sociais e emocionais. Segundo os pesquisadores, os resultados sugerem que ter um pet dentro de casa e interagir com ele constantemente pode auxiliar – e muito – na evolução de crianças.

“Esses resultados destacam que mesmo um compromisso pequeno a moderado de envolver crianças em idade pré-escolar no tempo gasto andando com o cão da família pode fornecer importantes benefícios sociais e emocionais para as crianças pequenas”, disse o estudo.

Apesar dos ótimos resultados, devemos destacar que nem todas as crianças se beneficiam ao compartilhar o lar com um pet. Por essa razão, adotar um cão apenas no objetivo de resolver ou evitar problemas emocionais ou sociais futuros não é válido.

Fonte: Petlove