fbpx

Gato pode comer ração de cachorro?

Quem tem cachorro e gato convivendo juntos na mesma casa em algum momento já deve ter se deparado com a cena de um comer a ração do outro. Esse hábito quando esporádico não tende a ser um problema, mas quando torna-se recorrente, o gato pode apresentar graves problemas de saúde.  Desconfortos gastrointestinais como vômito e diarreia são o de menos quando comparados com outras consequências possíveis como desnutrição, e problemas renais e hepáticos, que podem ser fatais para os bichanos.

Isso acontece porque os gatos, em sua essência, são animais carnívoros estritos que se alimentam das vísceras de suas presas e precisam de uma substância chamada taurina. A taurina é um dos aminoácidos essenciais mais importantes para eles, pois auxilia no funcionamento do músculo cardíaco, na visão, no sistema digestivo e na reprodução dos gatos. Infelizmente, os gatos não produzem essa substância, fazendo-se necessário ser fornecida na alimentação diária.

Além da falta de taurina, as rações para cães possuem diversas substâncias para animais ativos, e que normalmente não é o caso dos gatos. Estes costumam ser mais sedentários e menos hiperativos que os cães.

Falta de taurina na alimentação dos gatos

A falta de taurina na dieta pode desencadear diversos problemas na saúde do seu gatinho. Os que se alimentam regularmente de ração para cachorro ou aqueles que os pais tentam adequar uma dieta vegetariana são os mais propensos a desenvolver algumas doenças como insuficiência cardíaca, alterações congênitas, resposta imune inadequada, degeneração da retina, entre outras.

A melhor maneira de evitar esses problemas é oferecer uma alimentação adequada que contenha todos os nutrientes necessários e manter a ração do cachorro longe dos gatos.

Como evitar que o gato coma a ração do cachorro?

Um meio muito eficaz é oferecer a alimentação dos cães em horários pré-determinados, assim você controla o quanto de ração o seu cachorro irá ingerir, evitando que ele se alimente compulsivamente e adquira um quadro de obesidade ou até mesmo uma torção gástrica e, diminui o risco do seu gato ingerir a ração do cachorro ao invés de comer a dele. Como os gatos não se adaptam muito bem à alimentação em horários fixos, por isso o mais indicado é deixar potes espalhados com pequenas porções pela casa ou em locais mais altos, estimulando o exercício dos gatinhos. Quando acontece o contrário (o cachorro come a ração dos gatos), os cães podem se tornar obesos ou até mesmo desenvolver diabetes e problemas cardiovasculares.

Fonte: Petlove

 

Tags: saudepet, maissaude, petsaudavel