fbpx

Expectativa de vida dos pets cresceu nas últimas décadas

Muito se atribui a qualidade da vida que levamos, ao tempo de longevidade dos humanos. Com as pesquisas e avanços tecnológicos na área da saúde, que nos permitiu viver por mais anos, a expectativa de vida dos pets também cresceu ao longo do tempo.

Nas últimas três décadas, o número de gatos e cachorros idosos cresceu no Brasil de acordo com vários hospitais veterinários. Se antes a idade de cachorros pequenos era na média dos 9 anos, hoje ela se aproxima dos 18, podendo-se afirmar que a expectativa de vida dos cachorros de porte pequeno praticamente tenha dobrado. Isso também vale para os felinos. Os gatos costumavam viver, em média, 10 anos, mas hoje alcançam os 20.

Também houve um significativo aumento na longevidade dos cachorros de grande porte, porém, por conta de sua estrutura, eles ainda continuam vivendo menos que os menores. Antes era aproximadamente 7 anos, hoje, eles podem alcançar os 13 anos de idade.

O que mudou nos últimos anos?

 Apesar da tecnologia e o avanço veterinário serem bons motivos para esse crescimento favorável da população de pets idosos, eles não são os únicos. A convivência cada vez mais próxima com os donos também é um dos fatores a se considerar quando falamos da expectativa de vida dos pets.

A domesticação dos pets os introduziu aos lares, já que, antes, era comum que os cachorros ficassem presos nos quintais, comendo restos de comida das pessoas. Porém, sabemos que, hoje em dia, a realidade é bem diferente.

Hoje, os pets são tratados como verdadeiros membros da família, sendo tratados como ‘bebê’ e ‘filhote’. Essa aproximação fez bem não apenas aos humanos, que se sentem menos solitários, mas também para a qualidade de vida dos animais.

Com cuidados necessários, além de uma alimentação saudável e focada em nutrição para cada fase da vida, nossos pets ganharam mais anos, e nós, mais momentos felizes!

Além disso, vale lembrar que nosso biobowl também são um aliado para a saúde e longevidade do seu pet. Ele é BPA Free, atóxico e Biocompatível com o corpo do seu bichinho. BPA é um substância nociva tanto para nós, como para os nossos pets, ela aumenta os riscos de problemas cardíacos, endócrinos, de diabetes e câncer.

Fonte: Folha Vitoria- PetBlog